quinta-feira, 21 de julho de 2011

Isto será verdade?

2 comentários:

Luís Costa disse...

Por este andar, Telmo, ainda vamos trabalhar depois de morrer!

TELMO BÉRTOLO disse...

Se assim for,Luís, teremos de trabalhar até morrer ou mesmo morrer a trabalhar. Ou, quem sabe?, trabalhar depois de morrer! Será por isso que existe a expressão popular "fazer tijolo" aplicada quando alguém morre? E por que não aumentar a idade da reforma para os cem anos? Assim haveria a certeza de poucos lá chegarem... Há poucos anos bastava pegar no estandarte dos bombeiros lá da terra de vez em quando para a reforma ser atingida mais cedo... Como as coisas mudaram em poucos anos! E no sentido contrário daquilo que nos prometiam!...